SpaceBop – Quinteto de Jazz
project name

SpaceBop – Quinteto de Jazz

SPACEBOP QUINTETO DE JAZZ [França] – OFF

description

SPACEBOP QUINTETO DE JAZZ [França] – OFF

Concerto

2 de Junho, às 18h30

Oficinas do Convento [Convento de S. Francisco]

CE | Todas as idades

 

Oscilações espácio-temporais e dinâmicas com rostos humanos

O quinteto SpaceBop parte em busca de uma brecha no espaço-tempo para vencer o Algoritmo Supremo e aniquilar os seus exércitos de robots impiedosos vindos do futuro. Cinco improvisadores reunidos em torno de temas emancipadores convocam os espíritos da “New Thing” e propagam uma música interactiva, por vezes lírica, doce ou bárbara, periclitante, sempre com rostos humanos.

Cinco talentosos improvisadores – cujo baterista do toque incandescente, Peter Perfido, partilhou o palco com Lee Konitz, Chet Baker, Antony Braxton – aprofundam uma fenda que se situa entre a homenagem aos heróis (Ornette Coleman, Paul Motian, Jackie Mc Lean, Eric Dolphy), as improvisações livres e as composições de membros da banda. Uma música para captar no fogo do instante, fresca e sem concessões!

 

FICHA ARTÍSTICA

Saxofone |Benoit Crauste

Trompete |Jérome Fouquet

Guitarra |Arnaud Zmantar

Contrabaixo |Yoram Rosilio

Bateria |Julien Catherine

Convidado Especial > Saxofone |Francisco Andrade

 

 

Benoit Crauste

O seu trabalho baseia-se numa intensa pesquisa do espectro sonoro do saxofone e das linguagens tradicionais, do Free-Jazz, da música Africana e da escuta da natureza. Formou-se na American School Of Modern Music e na Edim, sob a batuta de Peter Giron, Eric Schultz, Jean Michel Couchet. Estudou saxophone com Tony Malaby, Will Vinson, Baptiste Herbin, entre outros. Influenciado por Duke Ellington, estreou-se como leading sax alto de Big Bands e tocou com Peter Perfido no Maryam Quintet. Anos depois, essa experiência permitiu-lhe descobrir a linguagem comum entre o Jazz de raiz e o Afrobeat. Músico prolixo, Benoit partilhou o palco com legendas da cena Africana Parisiense tal como Hilaire Panda, Nazaire Bello, Tony Allen, Oghene Kologbo e com jazzistas como David Murray, Eric Schultz, Boris Blanchet, Yoram Rosilio.