Alma d’Arame
project name

Alma d’Arame

ALMA D’ARAME [Portugal] ‘Solitária’ 30 de Maio,

description

ALMA D’ARAME [Portugal]

‘Solitária’

30 de Maio, às 21h30

Cine-Teatro Curvo Semedo

CE | M/12

Duração | 40’

 

Solitária é a continuação dos espectáculos-performance que a Alma d´Arame desenvolve desde o início da sua actividade. Este espaço-laboratório, sempre aberto para a exploração e para dar resposta à necessidade de encontrar novas narrativas, começa a ser uma marca do nosso trabalho. Começámos cada um no seu espaço solitário. Por um lado, o espaço da narrativa, do teatro, da marioneta, do ser e do objecto e, por outro, o espaço da programação, da cinética, da multimédia. Partindo do espaço solitário e criativo de cada um, vimos nascer o espaço comum de criação. Todos temos e precisamos desse tempo connosco próprios. É nesse tempo que encontramos o espaço de cada um, que é só nosso, e onde podemos reviver memórias, esconder, pensar, sentir, registar. Aqui atingiremos estados próprios. É disso que se trata neste acto performativo. É neste espaço-laboratório que se desenrola este confronto solitário entre homem e máquina, entre real e virtual, e é este confronto que nos levará à experimentação e à procura de narrativas novas. O movimento cinético do corpo e como ele ocupa o espaço vazio irá construir essa narrativa visual e sonora.

 

FICHA ARTÍSTICA

Direcção artística |Amândio Anastácio

Interpretação |Susana Nunes

Multimédia |Luís Grifu

Música |João Bastos

Marioneta |Raul Constante Pereira

Desenho de luz e espaço cénico |Amândio Anastácio

Operação de luz e montagem |António Costa

Direcção de produção |Isabel Pinto Coelho

Assistente de produção |Alexandra Anastácio

Fotografia |Inês Samina

Vídeo |Pedro Grenha

Produção |Alma d’Arame

Apoio |Câmara Municipal de Montemor-o-Novo

Parceria |Espaço do Tempo

Estrutura financiada por |DGARTES e Governo de Portugal

 

A Alma d’Arame é uma associação fundada em 2006 que tem vindo a desenvolver a sua actividade no Alentejo, especialmente no município de Montemor-o-Novo.

Pretende contribuir para a divulgação das artes cénicas com particular destaque para o teatro de marionetas, objecto e formas animadas. O seu percurso pauta-se pela criação, programação, formação e colaborações criativas com entidades locais e nacionais.